Domingo, 17 de fevereiro de 2019 | 21:52

Matérias - 17/01/2018 | 08h21m

Após chegada do papa, mais três igrejas são atacadas

Chile
Mais três igrejas católicas foram atacadas no Chile na madrugada de terça-feira, 16, poucas horas depois da chegada do papa Francisco ao país, informaram a Polícia e o Corpo de Bombeiros.

Dois ataques aconteceram em Cunco, a pouco mais de 700 quilômetros de Santiago, na região da Araucanía. As igrejas ficaram totalmente destruídas, disse o comandante do Corpo de Bombeiros da localidade, Pablo Oackley, a uma rádio chilena.

"Os templos atacados ficavam nos setores de Lagunillas e em Río Negro, e as chamas começaram simultaneamente nos dois lugares. As capelas foram totalmente consumidas. Não ficou qualquer vestígio. Será difícil determinar a origem e causa do incêndio", disse Oacley.

Com as ações de hoje, são nove as igrejas católicas que sofreram ataques desde a semana passada no país.